Percepção da ciência entre professores do ensino médio: comparação do consumo de informação científica entre docentes, estudantes e população de São Paulo / Perception of Science among High School Teachers: Comparison of Scientific Information Consumption among Teachers, Students and the Population of São Paulo

  • Marcia Azevedo Coelho Universidade Estadual de Campinas
  • Ana Paula Morales Universidade Estadual de Campinas
  • Carlos Vogt Universidade Estadual de Campinas

Resumen

ABSTRACT

Research on Public Understanding of Science (PUS) has been established in Ibero America in recent years, strengthening the research area and developing a regional methodological standard (VOGT & POLINO, 2003). Between 2013 and 2016, we conducted the study Perception of School Teachers of the State of São Paulo on issues related to science and technology (S&T), that through the Scientific Information Consumption Indicator (Icic), allowed to relate teachers´ practices on S&T information with issues related to attitudes, interest, valuation and appropriation of scientific themes, as well as the pedagogical practice in the classroom. This article aims to promote reflection on teachers´ scientific information consumption in relation to other key players in the process of circulation of knowledge, such as young students and citizens in general, in order to ascertain whether a teacher training influences the level of information consumption on S&T and differentiates this professional from other social actors, concerning the perception of matters related to S&T and its influence on and for society.

RESUMO

As pesquisas de percepção pública da ciência (PPC) têm se consolidado na Ibero-América nos últimos anos, fortalecendo a linha de pesquisa e desenvolvendo um padrão metodológico regional (VOGT & POLINO, 2003). Estudos nesse sentido têm sido realizados em diversos países, com diferentes públicos. Entre 2013 e 2016, foi realizada a pesquisa de Percepção de Professores de Ensino Médio do Estado de São Paulo sobre temas relacionados a ciência e tecnologia (C&T) que, por meio do Indicador de Consumo de Informação científica (Icic), permitiu relacionar as práticas informacionais de docentes sobre temas de C&T com questões relativas a atitudes, interesse, valoração e apropriação de temas científicos, bem como com a prática pedagógica em sala de aula. Este artigo objetiva promover a reflexão acerca do consumo de informação científica do professor em relação a outros atores importantes no processo de circulação do conhecimento, como jovens estudantes e cidadãos em geral, a fim de averiguar se a formação docente influencia no nível de consumo de informação sobre C&T e se diferencia esse profissional de outros atores sociais, no que concerne à percepção de assuntos relacionados a C&T e sua influência na e para a sociedade.

 

Contato principal: mazevedocoelho@gmail.com

Biografía del autor/a

Marcia Azevedo Coelho, Universidade Estadual de Campinas
Pesquisadora colaboradora do Laboratório de Estudos Avançado em Jornalismo da Universidade Estadual de Campinas (Labjor/Unicamp, Brasil) e pós-doutoranda em percepção pública da ciência (Bolsista Fapesp–Processo 2013/04008-6).
Ana Paula Morales, Universidade Estadual de Campinas
Pesquisadora colaboradora do Labjor/Unicamp, doutoranda em política científica e tecnológica pela Unicamp e assessora de comunicação da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), Brasil.
Carlos Vogt, Universidade Estadual de Campinas
Coordenador do Labjor/ Unicamp e presidente da Univesp, Brasil.

Citas

Bazzo, W. (1998). A Ciência, Tecnologia e Sociedade: e o contexto da educação tecnológica. Florianópolis, Brasil: Ed. da UFSC.

Coelho, M. (2014). Percepção dos Professores de Ensino Médio sobre Temas relacionados a C&T. Disponível em: <https://ppctspro.wordpress.com/ >.

CRISP. (2010). Chinese Public Understanding of Science and Attitudes towards Science and Technology . Beijing, China: CRISP. Disponível em: <http://www.cast.org.cn/n35081/n35473/n35518/12451858.html >.

CETIC (2011). TIC Educação-Professores . Disponível em: http://cetic.br/tics/educacao/2011/professores .

COLCIENCIAS. (2005). Primera encuesta sobre la imagen de la ciencia y la tecnología en la población colombiana, 1994 . Disponível em: <http://www.upf.edu/pcstacademy/docs/EncuestaColombia.pdf >.

FAPESP. (2005). Indicadores de ciência, tecnologia e inovação em São Paulo, 2004 . São Paulo, Brasil: FAPESP. Cap. 12.

––. (2011) Indicadores de ciência, tecnologia e inovação em São Paulo, 2010 . São Paulo, Brasil: FAPESP, Cap. 12.

FECYT. (2006). Percepción social de la ciencia y la tecnología en España-2004 . Madrid, Espanha: Fecyt. Disponível em: <http://www.oei.es/salactsi/percepcion.pdf >.

FECYT-OEI-RICYT. (2007). Cultura científica em Iberoamérica. Encuesta en grandes núcleos urbanos. Madrid, Espanha: Fecyt. Disponível em: <http://www.fvc.org.br/pdf/ estudocomputador-internet.pdf >.

Gouw, A. M. (2013). As opiniões, interesses e atitudes dos jovens brasileiros frente à ciência: uma avaliação de âmbito nacional . Disponível em: .

Giddens, A. (1991). As Consequências da Modernidade . São Paulo, Brasil: Ed. Unesp.

MCTI. (2006). Pesquisa de Percepção Pública da Ciência. Disponível em: <http://www.cnpq.br/documents/10157/c52098dc-9364-4661-a8a9-d99c0b2bb9ef >.

NISTEP. (2013). Japanese Science and Technology Indicators 2012 . Research Material 214. Disponível em: <http://www.nistep.go.jp/en/?page_id=52 >.

NSF. (2008). Disponível em: <http://www.nsf.gov/statistics/seind08/c7/c7h.htm >.

OEI. (2011). Los Estudiantes y la Ciencia: encuesta a jovenes ibero-americanos . Polino, C. (Org.). Buenos Aires, Argentina. Disponível em: <http://www.oei.es/salactsi/ libroestudiantes.pdf >.

SECYT. (2007). La percepción de los argentinos sobre la investigación científicas en el país. In: Segunda Encuesta Nacional De Percepción Pública de la Ciencia . Buenos Aires, Argentina: Secyt.

Vogt, C. e Polino, C. (Orgs.). (2003). Percepção pública da ciência, Resultados da Pesquisa na Argentina, Brasil, Espanha e Uruguai . São Paulo, Brasil: Editora Unicamp.

Publicado
2016-04-22
Cómo citar
Azevedo Coelho, M., Morales, A. P., & Vogt, C. (2016). Percepção da ciência entre professores do ensino médio: comparação do consumo de informação científica entre docentes, estudantes e população de São Paulo / Perception of Science among High School Teachers: Comparison of Scientific Information Consumption among Teachers, Students and the Population of São Paulo. Revista Internacional De Aprendizaje En Ciencia, Matemáticas Y Tecnología, 3(1), 81-91. Recuperado a partir de https://journals.epistemopolis.org/cienciaymat/article/view/244
Sección
Artículos