As Conferências Internacionais de Estados Americanos e o Consenso de Washington: a política externa norte-americana e a criação de uma área de influência na América Latina

  • Guilherme Ramon Garcia Marques

Resumen

Uma comparação entre as Conferências Internacionais dos Estados Americanos e o Consenso de Washington evidencia a forte influência dos interesses econômicos no direcionamento da política externa norte-americana para a América Latina. Nesse sentido, este artigo parte, inicialmente, de uma análise a respeito da gênese do imperialismo norte-americano e da importância dos aspectos econômicos no seu posicionamento hegemônico para, em seguida, apontar interesses velados em meio às medidas, diretrizes, recomendações e políticas de cunho econômico que compuseram tanto as Conferências Internacionais dos Estados Americanos quanto o próprio Consenso de Washington, com o propósito de apresentar os pontos coincidentes que refletem as pretensões referentes a estruturação de uma área de influência na América Latina como um projeto de longo prazo por parte dos Estados Unidos.
Publicado
2017-12-09
Cómo citar
Garcia Marques, G. R. (2017). As Conferências Internacionais de Estados Americanos e o Consenso de Washington: a política externa norte-americana e a criação de uma área de influência na América Latina. Revista Internacional De Ciencias Sociales, 6(2), 127-137. Recuperado a partir de https://journals.epistemopolis.org/csociales/article/view/118
Sección
Artículos