Contribuição do infográfico jornalístico para a comunicação em saúde / Contribution of Journalistic Infographic for Health Communication

  • Ana Paula Machado Velho UNICESUMAR – Centro Universitário de Maringá
  • Sônia Cristina Soares Dias Vermelho UNICESUMAR – Centro Universitário de Maringá
  • Vinícius Durval Dorne UNICESUMAR – Centro Universitário de Maringá

Resumen

ABSTRACT

The purpose of this article is to point out how the computer graphics can contribute to the organization of reports on health in printed vehicles, contributing to the strengthening area of health communication. To show it, the second year students of Journalism an educational institution of Maringá-Paraná-Brazil, who attended the course Graph Planning, were asked to analyze the design of a page of a brazillian newspaper Folha de S. Paulo, which was included a computer graphics. We have seen that this journalistic language offers several possibilities to Communication and Health Promotion, because joins verbal and imagery to arrest the content, helping change people habits from the moment that are increasingly present in the mass communication vehicles.

RESUMO

O objetivo deste artigo é apontar de que forma a infografia pode contribuir para a organização de reportagens sobre saúde e para as possibilidades de apreensão da informação pelo leitor de um veículo impresso, contribuindo, desta forma, para o fortalecimento da área da comunicação em saúde. Para dar conta deste objetivo, os alunos do segundo ano de Jornalismo de uma instituição de ensino de Maringá, que cursavam a disciplina de Planejamento Gráfico, foram solicitados a analisar o design de uma página da Folha de S. Paulo, onde estava incluída uma infografia sobre o Mal Vaca Louca. Viu-se que os quadros aproximam a linguagem jornalística da prática da Comunicação e Promoção da Saúde, visto que ofere-cem várias possibilidades, verbais e imagéticas para apreensão do conteúdo, podendo mudar hábitos a partir do momento que estão cada vez mais presentes nos veículos de comunicação de massa.

Citas

Aguado, J. A. Martín e Vizuete, J. I. Armentia. (1995). Tecnología de la Información Escrita. Madrid: Editorial Síntesis.

Aguilera, M. de e Vivar, H. (1990). La Infografia: las nuevas imágens de la comunicación audiovisual em España. Madrid: Fundesco.

Bettettini, G. (1993). Semiótica, Computação Gráfica e Textualidade. Em A. Parente (org.), Imagem Máquina: a era das tecnologias do virtual (p.65). São Paulo: Editora 34.

Caixeta, R. (2005). A Arte de Informar. Associação Brasileira de Imprensa. Disponível em: http://www.abi.org.br. Acesso em: 3 de abril de 2006.

Capra, F. (1982). O Ponto de Mutação . São Paulo: Editora Cultrix.

Carvalho, T. e Oswaldo-Cruz, E. (2011). O que o brasileiro pensa sobre ciência e tecnologia? Academia Brasileira de Ciências . Disponível em: http://www.abc.org.br/article.php3?id_article=1304 [acesso em 2011 out. 6]

Clapers, J. (1998). Los Gráficos: desde fuera de la redacción. Revista Latina de Comunicación Social, 9. Disponível em http://wwwull.es/publicaciones/latina/36infojordi.htm. Acesso em 13 abr 2006.

Leturia, E. (1998). Que es infografía? Revista Latina de Comunicação Social, 4. Disponível em: http://www.ull.es/publicaciones/latina/Z8/r4el.htm#cuatro.

Luz, R. (1993). Novas imagens: efeitos e modelos. Em A. Parente (org.), Imagem Máquina: a era das tecnologias do virtual (pp. 53-54). Rio de Janeiro: Editora 34.

Machado, I. (2005). Infojornalismo e a Semiose da Enunciação. Biblioteca On-line de Ciências da Comunicação . Disponível em: www.bocc.ubi.pt. Acesso em: 23 ago. 2005.

Montoro, T. (2008). Retratos da comunicação em saúde: desafios e Perspectivas. Interface. Comunicação, Saúde e Educação, 12 (25), pp. 442-451.

Plaza, J. (1993). As Imagens de Terceira Geração Técno-Poéticas. Em A. Parente (org.), Imagem Máquina: a era das tecnologias do virtual (p. 107). São Paulo, Editora 34.

Pablos, J. M. de (1999). Infoperiodismo: el periodista como creador de infografía. Madrid: Editorial Sintesis.

Ribas, B. (2004). Infografia Multimídia: um modelo narrativo para o webjornalismo. Trabalho apresentado ao V Congreso Iberoamericano de Periodismo en Internet. Salvador, Bahia. Disponível em < http://www.facom.ufba.br/jol/producao.htm>. Acesso em 23 de Jun 2005.

Scalzo, M. (2003). Jornalismo de revista . São Paulo: Contexto.

Sanches, V. (2001). La infografía: técnicas, análisis y usos periodísticos. Universitat Autònoma de Barcelona, Servei Publicaciós.

Teixeira, R.A. (2009). Confiança na mídia pode ser um importante fator de promoção à saúde. ICBNeuro – Consciência . Disponível em: http://www.icbneuro.com.br/consciencia/jornalismoSaude.php?p=js&id=7 [acesso em 2011 out. 6].

Velho, A. P. M. (2001). A infografia como suporte do Jornalismo Científico: uma análise semiótica. (Dissertação de Mestrado). Universidade Católica de São Paulo, São Paulo.

Vivar, H. (1990). La Imagem em Movimento: desenho de animação e a animação por computador. Em M. Aguilera e H. Vivar, La Infografía: las nuevas imágenes de la comunicación audiovisual em España. Madrid: Fundesco.

Publicado
2016-04-04
Cómo citar
Machado Velho, A. P., Soares Dias Vermelho, S. C., & Durval Dorne, V. (2016). Contribuição do infográfico jornalístico para a comunicação em saúde / Contribution of Journalistic Infographic for Health Communication. Revista Internacional De Cultura Visual, 3(1), 89-99. Recuperado a partir de https://journals.epistemopolis.org/imagen/article/view/495
Sección
Artículos