Acceso abierto Acceso abierto  Acceso restringido Suscripción o acceso de pago

Uma Experiência Pedagógica sobre a Aplicação de um Ambiente Virtual de Ensino e Aprendizagem: de Aluno para Professor / A Pedagogical Experience on the Implementation of a Virtual Enviroment Teaching: Student to Teacher

Andrino Fernandes, Lisani Geni Wachholz Coan

Resumen


ABSTRACT

 

The development of different Virtual Environment Teaching (AVEA) is based on a constructive phylosophy. The students, who are the participants in the process, tend to become more independent and participative. This work is an experience developed in a course in Professional and Technological Education, optimizing the use of the Moodle Platform with the students of this course, enabling them to perceive the potential of this tool as a student and future teacher, as is the case. It was sought to apply, integrate and potentiate educational alternatives in an AVEA. The results show the perception of pedagogical effectiveness.

 

RESUMO

O desenvolvimento de diferentes Ambientes Virtuais de Ensino e Aprendizagem (AVEA) está baseado numa filosofia construtivista. Os alunos, participantes no processo, tendem a tornarem-se mais autônomos e participativos. Este trabalho é uma experiência desenvolvida num curso em Educação Profissional e Tecnológica, ao otimizar o uso da Plataforma Moodle  junto aos alunos deste curso, possibilitando-lhes perceber o potencial desta ferramenta na condição de aluno e de futuro professor, como é o caso. Buscou-se aplicar, integrar e potencializar alternativas educacionais em um AVEA. Os resultados evidenciam a percepção da efetividade pedagógica.


Texto completo:

PDF (Português (Brasil))

Referencias


Albuquerque, R. C., & Leite, S. Q. M. (2008). Uso de ambientes virtuais de aprendizagem como estratégia educacional complementar de ensino de ciências. RENOTE. Revista Novas Tecnologias na Educação. 6 (1), pp. 1-11.

Bakhtin, M. M. (1999). Marxismo e Filosofia da Linguagem: problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem. 9ª. Ed., São Paulo, Brasil:Hucitec.

Bona, A. S., Fagundes, L. C., & Basso, M. V. A. (2011). Reflexões sobre a educação a distância na educação matemática. RENOTE. Revista Novas Tecnologias na Educação, 9 (2), pp. 1-10.

Bottentuit Junior, J. B. (2007). Laboratórios baseados na internet: desenvolvimento de um laboratório virtual de Química na plataforma Moodle. Mestrado em Educação Multimédia. Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, Portugal.

Coan, L. G. W. (2012). A aprendizagem de matemática de discentes do curso da Educação de Jovens e Adultos do IF-SC apoiada por um dispositivo de EaD. 467f. Tese (Doutorado em Educação Matemática). Universidade do Minho (UMINHO). Braga, Portugal.

Coan, L. G. W., Kahl, J. C., Pedroso, V. G., Moretti, M. T. e Viseu, F. (2016). Integrar novas tecnologias na prática docente do IFSC: os desafios relativos ao uso do Moodle. Em L. G. W. Coan e M. T. Moretti. (Ed.), Aplicações Matemáticas com Tecnologias de Informação e Comunicação: Cooperação entre UFSC, IFSC e UMINHO. (pp. 143-166). Florianópolis, Brasil: Insular.

Cook, T., Reichardt, T. D. (2000). Métodos cualitativos y cuantitativos en investigación evaluativa. 4. ed. Madrid, Espanha: Morata.

Dias, P. (2004). Processos de Aprendizagem Colaborativa nas Comunidades online. In A. A. S. Dias, & M. J. Gomes (Coords.), E-Learning para E-Formadores. Guimarães: TecMinho/Gabinete de Formação Contínua, Universidade do Minho, Portugal.

Franco, C. P. (2009). O uso de um ambiente virtual de aprendizagem no ensino de inglês: além dos limites da sala de aula presencial. Dissertação de mestrado, Programa interdisciplinar de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Faculdade de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.

Freire. P. (1992). Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. São Paulo, Brasil: Paz e Terra.

Gil, A. C. (1995). Métodos e técnicas de pesquisa social. 4. ed. São Paulo, Brasil: Atlas.

Inácio, R. J. P. (2006). Comunidade virtual de aprendizagem de matemática: uma experiência com alunos. Dissertação de Mestrado. FPCEUL. Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação Universidade de Lisboa. Lisboa, Portugal.

Moraes, M., Gularte, D. S., Rodrigues, R. S., Catapan, A. H., & Mallmann. E. M. (2007). Gestão e docência em EaD: guia geral do programa Aberta/Sul. Florianópolis, Brasil: UFSC/UFSM.

Morelatti, M. R. M. (2001). Criando um ambiente construcionista de aprendizagem em Cálculo Diferencial e Integral I. (260 f.) Tese de Doutoramento. PUC/SP, São Paulo, Brasil.

Ponte, J. P. (2005). Gestão curricular em Matemática. In GTI (Ed.), O professor e o desenvolvimento curricular (pp. 11-34). Lisboa, Portugal: APM.

Pulino Filho, A. R. (2005). Ambiente de Aprendizagem Moodle UnB/Manual do Professor. Universidade de Brasília. Acesso em 24 de outubro de 2016 de http://docplayer.com.br/3247034-Ambiente-de-aprendizagem-moodle-unb-manual-do-professor-athail-rangel-pulino-filho-universidade-de-brasilia.html.

Semedo, J. F. F. (2011). Desenvolvimento profissional de professores de matemática num contexto de formação pós-graduada apoiada pelas TIC. Tese de Doutoramento. Universidade de Lisboa. Instituto de Educação. Lisboa, Portugal.


Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2018 Revista Internacional de Tecnologías en la Educación

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-SinObraDerivada 4.0 Internacional.